Mudança…/Change…

Galera, tudo bem?

Passei  um tempo sumida, concentrada em áreas específicas da vida… e de volta deste tempo acabei por modificar todo o conceito do meu site/blog. Então, para aqueles que gostariam de continuar lendo o que posto, aqui vai o novo: www.semeiavida.com/blog

Desejo a todos, como sempre, Amor e Luz! Porque algumas coisas não mudam…<3

 

Hey guys, how are you?

I had been away for a while, concentrated in specific areas of my life…and back from this time, I ended up changing the concept of my website/blog. So, for those who would like to keep reading what I post, here goes the new thing: www.semeiavida.com/blog

I wish you all, as usual, Love and Light! Because some things never change…<3

change.jpg

Anúncios

Dia das mães…. desconstrução….

Oieeee! Como vocês estão?

Domingo, dia das mães… essa expressão me gera um certo desconforto… Por que existe um dia para as mães se o dia delas é, simplesmente, todo dia? Fica claro que é uma data puramente comercial né?!…bem, pra mim fica… então, não desmerecendo, resolvi mudar a forma de expressar meu desejo para: Feliz dia comercial das mães!! Outro ponto, por que dia das mães, se o que estamos homenageando é, em si, a função da maternagem? E a função da maternagem nem sempre é a mulher ou mesmo a mãe, quem exerce… Hoje é mais do que comum, e felizmente alguns já reconhecem, ver avós na função de mãe, avôs, babás, e acredite, pais na função de mães (o que acho o máximo, confesso)… e algumas vezes também vemos mães que não exercem a maternagem, por diversas razões, entre elas o simples fato de não querer ser ‘mãe’… Sem falar nos casais homossexuais, que entre homens, também exercem a maternagem…Então, por que excluir? E não! Não estou implicando com a ‘simple expressão’, mas querendo chamar atenção para o fato de que uma simples expressão pode carregar um peso, às vezes discriminatório, que muita gente repete e propaga sem se dar conta…. peso esse que às vezes só quem está ‘de fora’ sente ou percebe…. Sendo assim, mais uma vez mudo meu desejo, mais sincero ainda dessa vez: Feliz dia da Maternagem!

Ficam aqui postados dois textos que gostei muito! Não fiz alterações por não querer alterá-los, mas entenda ‘mãe’ como aquelx que cuida, que exerce a maternagem!

Beijinhos no heart! Boa semana!! ❤

IMG_6119

‘É bom ter mãe quando se é criança, e também é bom quando se é adulto. Quando se é adolescente a gente pensa que viveria melhor sem ela, mas é um erro de avaliação. Mãe é bom em qualquer idade. Sem ela, ficamos órfãos de tudo, já que o mundo lá fora não é nem um pouco maternal conosco.
O mundo não se importa se estamos desagasalhados e passando fome. Não liga se viramos a noite na rua, não dá a mínima se estamos acompanhados por maus elementos. O mundo quer defender o seu, não o nosso.
O mundo quer que a gente torre nossa grana, que a gente compre um apartamento que vai nos deixar endividados, que a gente ande na moda, que a gente troque de carro, que a gente tenha boa aparência e estoure o cartão de crédito. Mãe também quer que a gente tenha boa aparência, mas está mais preocupada com o nosso banho, nossos dentes, nossos ouvidos, com a nossa limpeza interna: não quer que a gente se drogue, que a gente fume, que a gente beba.
O mundo nos olha superficialmente. Não detecta nossa tristeza, nosso queixo que treme, nosso abatimento. O mundo quer que sejamos lindos, magros e vitoriosos para enfeitar a ele próprio, como se fossemos objetos de decoração do planeta. O mundo não tira nossa febre, não penteia nosso cabelo, não oferece um pedaço de bolo feito em casa.
O mundo quer nosso voto, mas não quer atender nossas necessidades. O mundo, quando não concorda com a gente, nos pune, nos rotula, nos exclui. O mundo não tem doçura, não tem paciência, não nos escuta. O mundo pergunta quantos eletrodomésticos temos em casa e qual é o nosso grau de instrução, mas não sabe nada dos nossos medos de infância, das nossas notas no colégio, de como foi duro arranjar o primeiro emprego.
Mãe é de outro mundo. É emocionalmente incorreta: exclusivista, parcial, metida, brigona, insistente, dramática. Sofre no lugar da gente, se preocupa com detalhes e tenta adivinhar todas as nossas vontades, enquanto que o mundo nos exige eficiência máxima, seleciona os mais bem dotados e cobra caro pelo seu tempo. Mãe é de graça.’
(Martha de Medeiros)

‘A boa mãe é aquela que vai se tornando desnecessária com o passardo tempo. Várias vezes ouvi de um amigo psicanalista essa frase, e ela sempre me soou estranha. Chegou a hora de reprimir de vez o impulso natural materno de querer colocar a cria embaixo da asa, protegida de todos os erros, tristezas e perigos. Uma batalha hercúlea, confesso. Quando começo a esmorecer na luta paracontrolar a super-mãe que todas temos dentro de nós, lembro logo da frase, hoje absolutamente clara. Se eu fiz o meu trabalho direito, tenho que me tornar desnecessária. Antes que alguma mãe apressada me acuse de desamor, explico o que significa isso. Ser “desnecessária” é não deixar que o amor incondicional de mãe, que sempre existirá, provoque vício e dependência nos filhos,como uma droga, a ponto de eles não conseguirem ser autônomos, confiantes e independentes. Prontos para traçar seu rumo, fazer suas escolhas, superar suas frustrações e cometer os próprios erros também. A cada fase da vida, vamos cortando e refazendo o cordão umbilical. A cada nova fase, uma nova perda é um novo ganho, para os dois lados, mãe e filho. Porque o amor é um processo de libertação permanente e esse vínculo não para de se transformar ao longo da vida. Até o dia em que os filhos se tornam adultos, constituem a própria família e recomeçam o ciclo. O que eles precisam é ter certeza de que estamos lá, firmes, na concordância ou na divergência, no sucesso ou no fracasso, com o peito aberto para o aconchego, o abraço apertado, o conforto nas horas difíceis. Pai e mãe – solidários – criam filhos para serem livres. Esse é o maior desafio e a principal missão. Ao aprendermos a ser “desnecessários”, nos transformamos em porto seguro para quando eles decidirem atracar.’

“Dê a quem você Ama :

– Asas para voar…

– Raízes para voltar…

– Motivos para ficar… ”     (Dalai Lama)

❤ ❤ ❤

Crianças aprendem aquilo que vivem

IMG_5381

‘Se uma criança vive na censura, aprende a condenar.

Se vive na hostilidade, aprende a agredir.

Se vive na ironia, aprende a timidez.

Se vive na vergonha, aprende a se sentir culpado.

Se vive na tolerância, aprende a ser paciente.

Se vive na segurança, aprende a ser confiante.

Se vive na aprovação, aprende a se aceitar.

Se vive na aceitação e na amizade, aprende a encontrar o amor no mundo.’

(Doretj Law Nolte)

Que possamos dar um mergulho intencional em quem realmente somos, sem nos prendermos a se algo é bom ou ruim, pelo nosso julgamento inicial… Nos aceitarmos é o primeiro passo para a mudança e para a real liberdade. Encontrando-nos conosco mesmo, encontramos amor, e percebendo esse amor dentro de nós e por nós, fica bem mais fácil e prazeroso guiar os pequenos que vêm ao mundo através de nós…

Só uma ideia para refletir…

Beijo no heart ❤ e bom fim de semana!

Amor e Luz!

Tati

Faça… crie… com consciência…/ Do…create… with awareness…

‘Conflitos estão em todo lugar. Nós objetificamos um ao outro, nossas opiniões, nossa inteligência e nossa integridade. Um aperto no peito, e então nós atacamos. Fazemos isso, sabendo que quando o fazemos, nós só pioramos a situação – nós só alimentamos o drama.

Então, qual outro jeito? Respire.. É assim tão simples, e tão difícil.

Fale sobre suas questões, seus problemas, em vez de ficar dando voltas.

Ofereça contato visual. Ofereça escuta. 90% do tempo, ao fazer isso você estará criando Paz e ‘fazendo’ Amor.

Mas se nenhuma destas dicas ajudar, só então, somente então siga seu caminho. Não há sentido em trabalhar com alguém que não pode/quer retribuir com comunicação consciente. Esse nosso mundo necessita de limites e clareza, sim. Mas a maior parte do tempo, só precisa da escuta, da respiração e de comunicação honesta.’

Beijo no heart! ❤ tenha uma semana de Luz!

FullSizeRender 20

‘Conflict is everywhere. We objectify one another’s views and intelligence and integrity. A tightening in the chest, and then we strike out. We do so knowing that, when we do so, we only make it worse – we only feed the drama.

So, what’s another way? Breathe.. It’s that simple and that hard.

Talk about your issues and problems, instead of talking around them.

Offer eye contact. Offer listening. 90% of the time, in so doing you will be creating peace, and making Love.

But if none of these simple tips help, then and only then part ways. There’s no point in working with someone who can’t return the favor of mindful communication.

This world of ours needs boundaries and clarity, yes. But most of the time it just needs listening, and breathing and honesty in communication.’

Kiss on the heart! ❤ have a week full of light!

 

Liberdade….mmmm…/ Freedom…. mmmm…

Mmmm… oi!

Estava aqui eu, pensando sobre liberdade…

O que é liberdade?

Será simplesmente fazer aquilo que temos vontade, ou aquilo que queremos, na hora em que desejamos é realmente liberdade? Ou achamos que estamos livres, por estarmos atendendo aos nossos caprichos ‘egoístas’? (quando digo egoístas, me refiro ao Ego – identidade criada por nós e com a qual a grande maioria de nós nos identificamos profundamente)…

Muitas pessoas acreditam que para ser livres precisamos ter o direito de fazer o que bem entendemos, na hora em que queremos, outras creem que não deveríamos ter leis, pois elas nos privam ou limitam-nos a liberdade… outros dizem ainda que liberdade é sinônimo de livre-arbítrio…Espera… Mas livre-arbítrio é poder escolher, falando bem resumida e objetivamente, certo? Mas será que estamos conscientes do que realmente acontece para que pudéssemos realmente escolher algo? Fazer escolhas implica, nada mais nada menos, muita clareza!

Ao tomarmos uma decisão, antes de uma escolha seria desejável que refletíssemos sobre ela, analisando:

– A decisão nos fará bem?

– Ela prejudica alguém ao nosso redor?

– Ela prejudica o coletivo? (sim, porque, quer você queira quer não, vivemos em sociedade e nossas atitudes/comportamentos afetam a todos, de uma forma ou de outra)

– É certo fazer porque todos fazem? Ou é certo fazer por ser o melhor para todos?

– É certo não fazer porque ninguém está fazendo? Ou é certo não fazer por ser o melhor para todos? É… porque omissão também é ação, seja consciente ou não….

Deu para perceber que esse lance de liberdade é bem mais complexo do que a simples satisfação do que ‘eu quero ou não para mim’, né? Ela exige discriminação e discernimento, e não podia deixar de dizer que exige clareza e aceitação para o fato de que mesmo depois que você escolhe/decide, o resultado da sua escolha não está no seu controle… Sua única ‘escolha’ recai sobre sua ação responsável: faça o que deve ser feito, mesmo que não queira, quando ciente de que é o melhor a ser feito para o coletivo, incluindo VOCÊ.

Liberdade é você fazer o que deve ser feito depois de analisar todas as perspectivas, compreendendo e aceitando, e escolher fazer o que dever ser feito, simplesmente porque é o melhor a se fazer. Acho que sé quando chegarmos a esse nível de clareza, educação e consciência, poderemos nos dar o luxo de não termos mais ‘leis’, e de fato, sermos ‘livres’ nesta vida mundana.

Uma linda semana para todos, onde quer que estejam!

Beijo no heart ❤

Tati

fullsizerender-10

Mmmm… Hey!

Here I was, thinking about freedom…

What is freedom anyway?

Is it simply doing what we desire, or want, at the time we want, really freedom? Or we think we are free, because we are meeting our ‘egoistic’ whims?

Many people believe that in order to be free, we need to have the right to do anything we want, at the time we want, others believe we shouldn’t have laws, because they curtail, limit our freedom… some others say that freedom is synonym to free-will… But, wait a second… Free will is being able to choose something, saying it in a summarized and objective way, isn’t it? Ok! But are we aware of what is really happening so that we can really choose anything? Making decisions, choices, implies, neither more nor less, but a lot of clarity!

To decide about something, before doing it, it would be really good to consider and analyze some points:

– Will the decision be good for us?

– Does it harm anyone around us?

– Does it harm other people in a wider way? (yep, because wether you like it or not, we live in society and our attitudes/behaviors have an impact on everybody, in a way or another).

– Is it right to do something just because everyone else is doing it? Or is it right to do something because it’s the best for everybody?

– Is it right not to do something just because no one else is doing it? Or is it right not to do something because it’s the best for all? Yeah…. omission is also an action, be it conscious or not…

So, can you see that this freedom thing is way more complex than the simple satisfaction of what ‘I want, or don’t, for myself’? It demands from you discrimination and discernment, and I couldn’t forget to say that it also demands clarity and acceptance to the fact that even when we decide/choose, the results of our decision isn’t under our control… Our ONLY choice lies on our responsible action: do whatever must be done, even when if you don’t want it, when you’re aware that it’s the best to be done to ALL, including YOU!

Freedom is doing whatever must be done after analyzing all perspectives, understanding and accepting them, and choosing to do what must be done, simply because it’s the best to do. I believe that only when we get to this level of clarity, education and awareness, we’ll be able to luxuriously live with no ‘laws’, and really, be ‘free’ in this mundane life.

A beautiful week for y’all, wherever you are!

Kiss on the heart! ❤

Tati

Novo estudo associa o uso de smartphones à dano na coluna / New Study Links Smartphone Use to Spine Damage

Bom diaaaa! Tudo bem? Penso que todos gostem das modernidades que a tecnologia traz né? Se não todos, imagino, que pelo menos, uma boa parte goste… Sei que tecnologias podem nos ajudar em muitas situações, porém qualquer que seja seu ‘ramo’ deve sempre ser passada por análise critica, para verificação de que o que se utilize é bom para você (curto e longo prazo) e para o coletivo…. Este é um texto que mostra só uma das consequências que ‘exageros’ podem provocar, quando não estamos atentos ao que fazemos e simplesmente seguimos o flux, no modo automático… Vale a reflexão! Ninguém pediu/falou para não usar, mas procure fazê-lo de uma forma saudável!

Beijo no heart! Boa semana! ❤

Tati

Você passa o seu dia pendurado sobre um laptop ou com sua cabeça pendurada em um angulo não natural enquanto está enviando mensagens de texto, ou emails, ou checando atualizações no Facebook no seu smartphone? Se sim, pause por um segundo, sente-se de forma ereta, e preste atenção: você pode estar se preparando para ter dor crônica no pescoço ou até lesão na coluna.

A constante curvatura associada a má postura ou uso de smartphones pode levar a perda da curva natural do pescoço, de acordo com um estudo novo na Surgical Technology International. Isso causa aumento de estresse na região superior da coluna e pescoço, que podem levar a precoces desgastes, rompimentos, degeneração e possível cirurgia.

Se trata de efeito cumulativo. Enquanto você envia mensagens com sua cabeça inclinada na direção do smartphone não te machucará a curto prazo, a longo prazo vai. Muitos de nós passa em media 2 horas do dia com as cabeças sobre smartphones, tablets, ou laptops, calculam os autores do estudo. Cumulativamente, são de 700 a 1400 horas ao ano de estresse excessivo na coluna cervical. De acordo com os pesquisadores, é possível que um estudante do ensino médio passe mais 5000 horas em má postura devido ao uso de celulares e computadores.

Isso coloca muito estresse na coluna cervical, o que pode provocar desgaste e rompimento prematuro e acelerar processos degenerativos como artrite ou degeneração dos discos intervertebrais.

Benefícios do Yoga: mais do que melhora na postura

Como todos nós sabemos, tecnologia chegou para ficar, então o que podemos fazer? Primeiro, aumentar sua consciência com relação à boa postura. Quando usar seu smartphone, se certifique de sentar ereto, com a coluna neutra. Evite passar horas a cada dia curvado sobre um smartphone, tablet ou laptop.

Também é de grande ajuda focar no fortalecimento da musculatura de suporte da postura ereta e aumentar a flexibilidade da coluna através do Yoga. Pesquisa mostrou que yoga terapêutico para postura pode ser muito eficaz e ainda, oferece gerenciamento de estresse. Yoga tem potencial de ser direcionado não somente para dores nas costas e questões articulares, mas gerar mais energia e vitalidade também, já que a energia flui mais livremente no corpo.

Ao ficar de pé com boa postura, em média, a cabeça de um adulto pesa aproximadamente de 4.5kg a 5.5kg. Mas por causa da gravidade, quanto mais o pescoço se move para frente, mais pesada a cabeça se torna e mais pressão recai sobre a coluna cervical. De acordo com os autores do estudo, se o pescoço se curva a 15%, o peso da cabeça aumenta para 12kg, e se for inclinado ainda mais, digamos 60%, o peso da cabeça chega aos gritantes 27kg! Não é de se espantar que essas posições causem fatiga, dor e possam levar à degeneração precoce.

O que é boa postura?

Então, o que é boa postura? Boa postura é a posição em que o mínimo de tensão é posto nos músculos de suporte/sustentação, a cabeça está ereta e os ombros levemente para trás e relaxados. Todos nós sabemos que postura correta é o melhor para a coluna e as costas. Os autores escrevem, ‘Em alinhamento apropriado, o estresse na coluna é reduzido.’ Eles concluem, ‘É a posição mais eficiente para a coluna.’

Há muitos benefícios associados à boa postura. Isso não influencia somente sua linguagem corporal fazendo você parecer mais equilibrado e confidante, mas estudos mostraram que boa postura eleva os níveis de serotonina e testosterone enquanto reduz o cortisol, hormônio associado ao estresse. Estudos ainda mostraram que má postura afeta mortalidade a longo prazo, por aumentar o risco de morte por doença cardiaca ou nos pulmões.

Posturas de Yoga para melhor postura

Posturas de Yoga que são especialmente úteis para melhorar a postura usam os músculos e articulações associadas com má postura: ombros, abdomen, e pescoço. Essas práticas ajudam a restaurar força e flexibilidade da coluna assim como expandir a área do peito e coração, e melhorando ou mesmo revertendo a má postura. Pessoas que cuidam de suas posturas não sentem-se melhores e previnem-se do desenvolvimento de dores crônicas, mas estão menos pré-dispostos a perder o equilíbrio e função enquanto envelhecem.

IMG_5313

Good Morning!! What’s up? I believe everybody likes the new things technology brings, am I right? If not everybody, at least a big part of people do it… I know technology can help us in many situations, but whatever its field, it should always be thought of with some critical thinking, checking out if its use is good for you (in short and long term) and the collective… This is a text that shows only one consequence that ‘overuses’ can cause us, when we are not aware of what we’re doing, when we’re just following the flow, in automatic mode…. It’s worthy thinking about it! Nobody said/asked not to use it, but try to do it in a healthy way!

Kiss on the heart! Have a nice week! ❤

Tati

Do you spend your day hunched over a laptop or with your head bent at an unnatural angle while texting or checking email or Facebook updates on your smartphone? If so, pause for a second, sit up straight, and take notice: you may be setting yourself up for chronic neck pain and even spine damage.

How Text Neck Affects Your Spine

The constant slouching linked to poor sitting posture or smartphone use can lead to loss of the natural curve of the neck, according to a new study in Surgical Technology International. This in turn leads to increased stresses on the upper spine and neck, which may lead to early wear, tear, degeneration, and possibly surgery.

It’s all about the cumulative effect. While texting with your head bent over your smartphone won’t hurt you in the short run, over the long term it will. Most of us spend an average of two to four hours a day with our heads tilted over smartphones, tablets, or laptops, the study’s authors estimate. Cumulatively this is 700 to 1400 hours a year of excess stresses on the cervical spine. According to the study’s authors, it is possible that a high school student may spend an extra 5,000 hours in poor posture due to cell phone and computer use.

This puts a lot of stress on the cervical spine, which may result in premature wear and tear and accelerate degenerative processes such as arthritis or intervertebral disc degeneration.

Benefits of Yoga: More than Posture Improvement

As we all know, technology is here to stay, so what can we do?  First of all, increase your awareness of the importance of good posture. When you use your smartphone, be sure to sit upright with a neutral spine. Avoid spending hours each day hunched over a smartphone, tablet, or laptop.

It is also very helpful to focus on strengthening the main posture support muscles and increase spinal flexibility through yoga. Research has shown that therapeutic yoga for posture can be very effective and in addition, offers stress management.  Yoga has the potential not only to address back pain and joint issues, but also to lead to more energy and vitality as energy flows more freely in the body.

When standing with good posture, the average adult’s head weighs approximately 10 to 12 pounds.  But due to gravity, the more the neck moves forward, the heavier the head becomes and the more pressure is put on the cervical spine.  According to the authors of the study, if the neck is bent at 15%, the weight of the head increases to 27 pounds, and if the neck is bent even further, say 60%, the weight of the head becomes a whopping 60 pounds!  No wonder these positions cause fatigue, pain and can lead to early degenerative wear.

What is Good Posture?

So what is good posture?  Good posture is the position where the least strain is placed on supporting muscles, the head is upright, and the shoulders are back and relaxed.  We all know that correct posture is better for the spine and back.  The authors write, “In proper alignment, spinal stress diminished.”  They conclude, “It is the most efficient position for the spine.”

There are many benefits associated with better posture.  Not only does it influence your body language making you look more poised and confident, but studies have shown that good posture even elevates serotonin and testosterone levels while reducing cortisol, a hormone associated with stress. Studies have even shown that poor posture affects long-term mortality, substantially increasing the risk of dying from both heart disease and lung diseases.

Yoga Poses for Better Posture

Yoga poses that are particularly useful for improving posture use the muscles and joints that are associated with bad posture: shoulders, abdominals, and neck.  These practices help restore strength and flexibility to the spine as well as opening up the chest and heart area and improving or even reversing bad posture.  People who take care of their posture not only feel better and prevent chronic pain from developing, but are less likely to lose balance and function as they become older.

 

 

 

 

 

‘Se você colocar óculos amarelos, verá tudo amarelo’, uma história contada por Paramahamsa Ramakrishna

‘Um sadhu (asceta) estava sentado em samadhi à sombra de uma árvore ao lado de uma estrada. Um homem que caminhava pela estrada olhou para o sadhu e pensou: “Provavelmente ele está bêbado”. O sadhu estava tremendo um pouco e o viajante assumiu que era um tremor de bêbado.

Um outro homem caminhava por ali, mas sua linha de pensamentos o levou a uma conclusão diferente: “Esse homem parece feliz. Provavelmente está esperando sua namorada chegar”.

O sol estava se pondo quando o próximo homem chegou. Ele viu essa figura sombreada sentada sob a árvore e pensou: “Ele pode ser um ladrão.

Provavelmente está se escondendo sob a árvore para poder saltar e atacar as pessoas que passarem por ali. Eu vou manter distância porque ele pode ser perigoso”. Ele tomou um pequeno desvio pelos campos e com isso se sentiu mais seguro.

Logo depois um quarto homem apareceu. Ele era um buscador espiritual avançado e no meio da escuridão pôde detectar um halo de luz ao redor da cabeça do sadhu.

“Esse homem deve ser um iluminado”, ele pensou, e então foi até ele e se prostou.

IMG_5307

As pessoas percebem os jnanis através dos prismas distorcidos de suas mentes. Mais do que isso não podem fazer. Se você colocar óculos amarelos, você verá tudo amarelo. Mude a cor das lentes e a cor daquilo que você vê também muda. O jnani não tem lente distorcida nem prismas para obscurecer, fragmentar ou mudar sua visão. Ele vê tudo como Deus, como seu próprio Eu Real.’

(Trecho do Livro “Os ensinamentos finais de Annamalai Swami”, David Godman, pag. 56. Editora Above)

Bom texto para reflexão! Um lindo final de semana para todos!

Beijo no heart! ❤

Tati

Desconstruindo… Parte 2 / Deconstructing Part 2

No texto anterior, escrevi sobre o fato de ao querermos ser o melhores, para os outros ou para nós mesmos, colocando muita pressão, absurda às vezes, sobre nós, nos tornando suscetíveis a diversas emoções derivadas da ideia equivocada de que nos falta algo… Bom essa ideia deriva de uma ‘certa’ ignorância com relação a quem somos, por acharmos que nos falta algo para sermos completos, perfeitos, eternos… Por acharmos que algo nos falta estamos, equivocadamente, tentando preencher esse vazio com coisas, sensações e por aí vai…tudo que esteja ao alcance, tudo que nossos sentidos captem, ou seja, tudo que está fora de nós. Conceito esse que precisa ser desconstruído… (aos poucos vai, no seu tempo.. o importante é estar abertx para a vida)

Competimos porque nos comparamos com outros, e nessa comparação surge a vaidade, o ciúme, a inveja,… o sentimento de que algo que o outro tem ou como ele é ser superior ao que temos, ou somos. E no processo dessa comparação percebemos, nos outros e em nós, o que é superior e o que é inferior, segundo nossas referências (que são relativas), mas não percebemos o todo, queremos o que consideramos superior mas não queremos o que é inferior ou ruim… (o que leva a outras consequências, sobre as quais escrevo em outro texto).

No entanto, tudo É, e tudo é inteiro, sendo assim, possui o que, relativamente, julgamos bom e ruim. E sendo tudo inteiro, nada nos falta… é uma inveja, um ciúme infundado. Uma percepção equivocada de quem somos.

Quando percebemos que as superioridades, inferioridades, perfeições e imperfeições vem e vão, porque são relativas (ou impermanentes) e não absolutas, veremos que não é necessária comparação e muito menos competição… 😉

Muito trabalho pela frente né? Mas acho que vale muito a pena!

Um brinde à aceitação e à diversidade!

Amor e Luz! ❤

Tati

2018-01-16-PHOTO-00000126

 

On the previous text, I wrote about the fact of we, as individuals, wanting to be the best to others or to ourselves, putting too much pressure, insanely sometimes, on ourselves, making ourselves susceptible to a lot of emotions derived from the mistaken concept that something is missing in us… Well, this idea comes from this ignorance we have when we think of who we are, and for thinking we need something to be complete, perfect, eternal… Because we think something is missing we are, mistakenly, trying to fulfill this emptiness with things, sensations, people and the list goes on… everything that is in our reach, everything captured by our senses, which means, everything that is outside of us. This concept needs to be deconstructed…. (little by little, on your own pace…the important thing is to be open to life).

We compete because we compare ourselves to others, and from this comparison vanity, jealousy, envy arise… the feeling that the way someone else is or that what they have is superior to what we have or who we are. In this comparison process we notice, in us and in others, what is superior or inferior according to our references acquired in life (which builds our perspective, one-sided), but we don’t realize the whole, we want what we consider superior or good but not the inferior or bad… (which provokes other consequences that I write about in another text) However, everything IS, and everything is entire, which means everything has what we, one-sidedly, judge as good or bad. And if everything is entire, complete, nothing is missing… it’s an unfounded jealousy, envy etc… A mistaken perception of who we are….

When we realize that ‘superiorities, inferiorities, perfections and imperfections’ come and go, because they are partial (or impermanent) and not absolute we’ll see that comparison isn’t necessary, competition even less… 😉

A lot of work ahead huh? But I believe it’s worthy!

A toast to acceptance and diversity!

Love and Light! ❤

Tati

Thank You 2017! / Obrigada 2017!

Dear Year 2017, thank you very much!! For everything!!

You showed me how much we still have to learn to be Humans and to live in a more harmonious way with one another; and that it’s essential to look at ourselves before pointing the ‘bad things’ we see in others, because, in a way, the ‘bad things’ we point reflects what might be inside of ourselves… You showed me with tremendous intensity how we insist in making mistakes when we don’t accept others because of physical differences, for thinking different, for choosing different and consequently reacting with the hatred that generated, and still generates, so many wars that kill millions around the world (killing physically and emotionally)… You showed me that man’s greed keeps thirsty, and blind, making ‘him’ unable to see an inch forward, even when the eyes and organ of sight are perfectly working, and to realize the pulsating life in others identical to his own; and for that same reason neglect (and mistreat) so many in the search for power… You made me even more convinced that, as everything in this world changes, we must have courage to transform ourselves if we want the world to change… You confirmed to me what I already believed, that examples, attitudes and presence are way more important than beautiful and well structured speeches or gifts/ presents given to compensate absence… You showed me how inflamed passion blinds people and make them react unreasonably, aggressively, what ends up generating even more reactive behavior, and worse, more violent…

But, it’s essential to say that you also allowed me to see that, in this period of major automatism and numbness we find ourselves in, there are beautiful and kind human beings awakening for what really matters, and THAT was one of biggest gifts I could have received! That despite the hatred we see being spread in prejudiced political and social issues, people are beginning to unite and are trying to start a new model of coexistence… You brought special people into my life who taught me incredible lessons… Some of them I’m sure will follow their journeys close to me, others, I know, will move away in their own ways, because everyone lives their own journey and story… and it’s okay 😉 …Everything is perfectly fine!!! We’ve got a lot to do in 2018, and that’s it, living is that: to relate, to learn, to teach, to transform, to unite, to hug, to cry, to smile…truly…and responsibly, as we are responsible for ourselves and everything we do… The change begins in me…always! So 2017, again, thank you very much, I say goodbye now though. 2018, I’m ready, you can come!

LOVE, PEACE and LIGHT to all, wherever you are!!!

💜💚❤️💙💛
Happy 2018!! Kiss on the heart 😘☮️

Tati

IMG_5208

 

Querido ano de 2017, muito obrigada!! Por tudo!!

Você me mostrou o quanto ainda temos que aprender para sermos Humanos e convivermos de forma mais harmônica uns com os outros; e que para isso é essencial olharmos para nós mesmos antes de apontarmos o que de ruim vemos nos outros, porque de alguma forma o ‘ruim’ que apontamos reverbera em nós mesmos… você me mostrou com intensidade tremenda como a gente continua persistindo no erro quando não aceitamos o outro por ele ser diferente fisicamente, por pensar diferente, por escolher diferente e assim, reagindo com o ódio que gerou, e ainda gera, tantas guerras que matam milhões mundo afora (matam fisicamente e emocionalmente)… você me mostrou que a ganância do Homem permanece sedenta, e cega, sem que ele consiga ver um palmo à frente, mesmo quando o órgão da visão funciona com perfeição, quem dirá enxergar no outro a vida pulsante que há também dentro de si, de maneira idêntica; e exatamente por isso negligencie (e maltrate) tantos na busca por poder… você me fez ter ainda mais certeza de que, como tudo nesse mundo se transforma, temos que ter coragem de transformarmos a nós mesmos se quisermos que o mundo se modifique… você me confirmou aquilo em que eu já acreditava, que exemplos, atitudes e presença são muito mais importantes que discursos bonitos e bem estruturados ou presentes dados para compensar ausência… me mostrou o quanto a paixão inflamada cega pessoas e as faz agir de forma reativa, agressiva, o que acaba por gerar ainda mais comportamento reativo, e pior, mais violento…

Mas, é essencial dizer também que você me permitiu ver que, no momento de maior automatismo e entorpecimento em que nos encontramos, existem seres humanos lindos e bondosos despertando para o que realmente importa, e isso foi um dos maiores presentes que eu poderia ter recebido! Que apesar do ódio que vemos disseminar-se em questões políticas e sociais preconceituosas, pessoas começam a se unir e tentam iniciar um novo modelo de convivência: de viver com, de viver junto… 
Você trouxe pessoas especiais para meu convívio íntimo e que me revelaram ensinamentos incríveis… algumas tenho certeza que seguirão suas jornadas bem pertinho, outras sei que se afastarão, porque cada um vive seu próprio caminho e história… e nada… está tudo bem!!!
Tem muito a ser feito em 2018, mas é isso aí, viver é isso: é se relacionar, é aprender, é ensinar, é se transformar, citando Raul, é se ‘metamorfosear’, é se unir, é se abraçar…de verdade… e com responsabilidade, pois somos responsáveis por nós mesmos… 
A transformação começa em mim…sempre! 
Então 2017, me despeço aqui. 
2018, tô pronta, pode vir!

AMOR, PAZ e LUZ pro mundo inteiro, onde quer que estejam!!!

💜💚❤️💙💛
Feliz 2018!! 
Beijo no heart 😘☮️

Tati

15589836_1151744294880175_5519015953991236192_n

 

 

Boas Festas / Happy Holidays

Oi Queridxs!

Gostaria de desejar, sincera e carinhosamente, um ótimo período de festas! Que o Natal seja de União, Reconciliação e Amor, que as experiências de 2017 nos sirvam de suporte para um 2018 de realizações, transformações e muitas lindezas!! Que nós sejamos novos para 2018!!!

Beijinho no heart! 😘

(I’d like to wish you, who is very important to me…

Merry Christmas and a 2018 full of Live and Light!!

Peace, peace, peace!)

🌸🌸🌸

Hey y’all Lovely people!

I’d like to wish you all, sincerely and lovingly, Happy Holidays! May Christmas be of union, reconciliation and Love, may we learn from the experiences lived in 2017 so they support us for a 2018 full of changing, transformation and beauties!!! May we be New for 2018!! Kiss on the heart! 😘

Tati